EDP vai construir três pontes sobre o rio Sabor

Lisboa , 13 de fevereiro de 2012

A EDP vai edificar três travessias rodoviárias entre as duas margens do rio Sabor, numa área a montante da barragem do Baixo Sabor.

As pontes vão custar à EDP 18 milhões de euros e estão incluídas numa empreitada geral que será da responsabilidade do consórcio encarregue da construção das duas barragens e das duas centrais do Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor. Os trabalhos de construção das novas pontes iniciar-se-ão a partir do segundo trimestre de 2012.

As três travessias têm datas diferentes de conclusão, sendo que existe a garantia que ficarão prontas até ao início do enchimento da albufeira da barragem do Baixo Sabor, o que deverá suceder até ao final de 2013. Entretanto, foram já encetados os trabalhos de criação das plataformas para apoio à realização destas obras e os primeiros movimentos de terras estão já em curso.

Uma das obras consiste no restabelecimento da ligação entre a EN 216 e a EN 217 em consequência da submersão da atual ponte de Remondes, no concelho de Mogadouro, que será substituída por duas pontes sobre o rio Sabor - estas duas ligações resultam da construção de uma ponte na EN 216, com 292 m, e uma outra que nascerá na EN 217, com 238 m. A terceira travessia passa pela construção de uma ponte de 177 m de extensão sobre a ribeira de Zacarias, no concelho de Alfândega da Fé, que surge na sequência do restabelecimento da ligação da EN 315 naquela zona do rio Sabor.

Refira-se também que já este mês de fevereiro está previsto o arranque dos trabalhos relativos à construção de um túnel com uma extensão de 508 m que faz parte do sistema que ligará a futura albufeira do escalão de jusante, situada junto à ponte da Portela, em Torre de Moncorvo, e que ligará à ribeira de Vilariça.

EDP constrói novo santuário de Santo Antão da Barca

Por outro lado, arrancaram igualmente os trabalhos para a construção do novo santuário de Santo Antão da Barca, que se iniciaram com a movimentação de terras para os acessos e plataformas onde vão ser construídos os vários edifícios e para onde vai ser trasladada a capela que se encontra no atual santuário, situado na freguesia da Parada, concelho de Alfândega da Fé.

Estes trabalhos vão prolongar-se até abril de 2012, após o que se iniciará a construção dos vários edifícios e a trasladação da capela. A conclusão da obra está prevista para o início de 2013, de modo a poder receber as primeiras festas dedicadas a Santo Antão da Barca, em maio desse mesmo ano. Este projeto - a cargo da EDP devido à construção da barragem do Baixo Sabor que irá inundar os terrenos onde se situa agora o santuário - tem como objetivo fazer, na íntegra, uma réplica do santuário introduzindo alguns melhoramentos de logística.

Imagens