Programa destinado às instituições de solidariedade social recebeu este ano número recorde de candidaturas

Lisboa, 14 de novembro de 2011

Hortas sociais, conservação de jardins, criação de bicho -da-seda, serviços de reparações domésticas, cedência de equipamentos ortopédicos, reequipamento de instalações com painéis solares, escola de pais são alguns dos projetos apoiados pelo programa EDP Solidária Barragens 2011.

Os 10 projetos apresentados hoje distinguiram-se entre as 92 candidaturas à 3ª edição do programa lançado pela EDP para apoiar instituições sem fins lucrativos das regiões abrangidas pelos novos investimentos hidroeléctricos. O número de candidaturas superou as apresentadas no conjunto dos dois anos anteriores.

Criado em 2009, o programa já investiu mais de 500 mil euros em projetos emblemáticos pelo seu carácter inovador, pela procura de sustentabilidade financeira e ainda pelo impacto social gerado.

Nesta edição de 2011 puderam participar instituições dos concelhos de Alfandega da Fé, Alijó, Carrazeda de Ansiães, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Murça, Torre de Moncorvo, Vila Flor, Amarante, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Ribeira de Pena, Mondim de Basto, Castelo Branco e Vila Velha de Rodão, Sever do Vouga, Oliveira de Frades, São Pedro do Sul e Vale de Cambra.

O EDP Solidária Barragens faz parte de um conjunto de iniciativas lançadas pela EDP para promover o desenvolvimento regional. Através de programas de empreendedorismo, inovação e inclusão social, educação e cultura procura-se atender às expectativas das populações locais e partilhar os benefícios gerados pelo reforço de produção hidroelétrica.

O Grupo EDP tem em curso o maior plano hídrico da Europa, prevendo mais de 3.000 milhões de investimentos e a criação de 35.000 postos de trabalho diretos e indiretos. Os dois primeiros projetos do plano - os reforços de potência de Bemposta e Picote - estão praticamente concluídos, havendo mais seis em construção. Depois de terminado, o plano aumentará em mais de 70% a capacidade do parque hidroeléctrico da EDP, garantindo ao país mais energia limpa, renovável e maior aproveitamento dos recursos internos. Mais informações sobre o programa e projetos vencedores nas anteriores edições em : www.a-nossa-energia.edp.pt

Agrupamento de Escolas de Murça - Escola de Pais e Encarregados de Educação

Entidade: Agrupamento de Escolas de Murça

Designação: Escola de Pais e Encarregados de Educação

Descrição: Dar continuidade a uma escola de pais e encarregados de educação que foi implementada neste ano lectivo 2010/2011. Esta escola iniciou-se em Outubro de 2010 e funcionou até Junho de 2011 com resultados muito visíveis e um balanço muito positivo. No próximo ano lectivo pretende-se dar continuidade a este projecto mas alargando o espectro de actuação. Esta escola irá decorrer nas instalações da Escola Básica e Secundária de Murça durante a semana, em horário pós-laboral (a partir das 17.30) e em cada dia da semana desenvolver-se-á uma disciplina leccionada por docentes da escola, psicólogos, e outros elementos da comunidade de Murça como enfermeiros do Centro de Saúde. A duração das aulas é de 1 hora.

Ass. Pais e Encar. De Educação do Agrupamento de Escolas de Vila Velha de Ródão - Conservação de espaços ajardinados e produção de plantas ornamentais e medicinais envolvendo crianças, jovens e idosos

Entidade: Ass. Pais e Encar. De Educação do Agrupamento de Escolas de Vila Velha de Ródão

Designação: A Minha Escola É Um Jardim

Descrição: O projecto visa envolver crianças, jovens e idosos na conservação de espaços ajardinados do Agrupamento de Escolas de V. V. Ródão, e na produção de plantas ornamentais e medicinais, destinadas a esses espaços verdes e aos de outras entidades. Pretende criar interações entre as crianças e os idosos, e também dar resposta a 18 jovens com necessidades educativas especiais que não reúnem condições para cumprir o currículo normal, permitindo-lhes assim uma melhor integração na sociedade, através da valorização dos conhecimentos, do desenvolvimento de capacidades e atitudes indispensáveis à inserção social, ao contacto com a vida activa e à integração numa actividade profissional.

APPACDM Castelo Branco - Equipamentos para criação do bicho-da-seda

Entidade: APPACDM Castelo Branco

Designação: O Bicho da Seda

Descrição: Projecto "Bicho da Seda" visa apetrechar um espaço, de equipamentos (Controlo de temperatura e humidade) considerados necessários para a criação do "Bicho da Seda" pretende-se assim reavivar um cultura tradicional servindo como um recurso material indispensável ao bordado de Castelo Branco. A Seda animal que posteriormente é utilizada nos bordados de Castelo Branco Este projecto,apresenta-se ainda para dar respostas inclusivas, crescimento económico às Pessoas com deficiências e famílias desfavorecidas, já que o projecto prevê que essas famílias possam fazer a criação do bicho da seda a partir da 2ª idade e posteriormente entregar na organização os casulos para serem transformados em seda O projecto o "Bicho da Seda" Insere-se ainda dentro da complementaridade de um outro projecto em curso "Animação e Turismo" apoiado pelo PRODER e em parceria com a ADREACES proporcionando um conjunto de actividades aos jovens e adultos portadores de deficiência ou incapacidade numa perspectiva de equilíbrio sócio-afectivo, promoção do seu bem-estar e auto confiança bem como um serviço alargado à comunidade em geral.

Associação de Solidariedade Social Arca - Melhorar condições do edifício em termos de eficiência térmica e instalação de painéis fotovoltaicos com venda de energia

Entidade: Associação de Solidariedade Social Arca

Designação: Mais (+) Conforto

Descrição: Melhorar as condições físicas do edifício, nomeadamente em termos de eficiência térmica, já que, com as perdas de calor através das entradas os espaços são desconfortáveis e não permitem uma participação activa e dinâmica em actividades físicas e recreativas. O projecto implicará a introdução de paineis fotovoltaicos para produção de energia para venda e para redução dos custos com a electricidade e a implantação de duas antecâmaras nas entradas para evitar as perdas de calor.Implicará ainda a colocação de um aparelho de ar condicionado numa das salas dos idosos.

Cercimarante - Banco de Ajudas Técnicas

Entidade: Cercimarante - Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas do Concelho de Amarante, C.R.L.

Designação: PQV - Promover Qualidade de Vida

Descrição: Criação de um Banco de Ajudas Técnicas, através da aquisição de 10 cadeiras de rodas e 10 camas articuladas, para empréstimo a pessoas desfavorecidas que necessitarem desta ajuda técnica, fazendo prova clínica dessa necessidade. O projecto será divulgado pelo concelho através de flyers, colocados, entre outros, nos principais serviços públicos.

Centro Social e Paroquial de Grijó - Equipamentos fisioterapia para idosos

Entidade: Centro Social e Paroquial de Grijó

Designação: Em Marcha

Descrição: Aquisição de material especifico para reabilitação física, na área de tratamentos de fisioterapia, com a finalidade de melhorar a qualidade de vida a 43 idosos da freguesia de Grijó

Centro Social e Paroquial de Sambade - Banco de Ajudas Técnicas

Entidade: Centro Social e Paroquial de Sambade

Designação: Banco de Apoio

Descrição: Criação de um Banco de Ajudas Técnicas (equipamento ortopédico) para beneficio de toda a comunidade local

Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela - Hortas Sociais

Entidade: Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela

Designação: Hortas Sociais da EPA/Município de Mirandela

Descrição: Criação de hortas sociais, embora direccionadas para a população em geral será dada prioridade às famílias mais desfavorecidas do concelho que a elas queiram aderir. A Escola vai disponibilizar o terreno com cerca de 5200 metros quadrados, localizando-se numa zona periférica, aldeia de Carvalhais a cerca de 3. km da cidade de Mirandela, obtendo boas condições ao nível de acessibilidades. O terreno será dividido em 24 parcelas para cultivo. Para tal será efectuado um sistema de rega comum, assim como o melhoramento de uma casa de apoio para colocar os materiais, cabendo aos utentes a manutenção do espaço, bem como a sua limpeza. Será efectuado um regulamento para a organização e operacionalização das hortas sociais.

MIMOS - Cooperativa Agrícola, de Serviços e Artes de Valadares - Instalação de estufas para abastecer instituições locais

Entidade: MIMOS - Cooperativa Agrícola, de Serviços e Artes de Valadares

Designação: "Mimos Sempre"

Descrição: Instalação de duas estufas, porque as condições climatéricas, no inverno, são um factor limitativo no desenvolvimento da agricultura. Estes produtos assegurarão o abastecimento das instituições locais (e da região), salientando-se o caso concreto do Centro Social da Freguesia de Valadares, que tem, neste momento, a valência de Apoio Domiciliário, efectua refeições escolares e, brevemente, será dotado de um Lar para idosos. Com esta iniciativa a Mimos pretende dar um contributo para a revitalização do mundo rural e desenvolvimento da economia local.

Município de Carrazeda de Ansiães - Oficina domiciliária

Entidade: Município de Carrazeda de Ansiães

Designação: Oficina domiciliária

Descrição: Aquisição de uma viatura para criação de oficina domiciliária: execução de pequenas reparações domésticas nas habitações dos respectivos beneficiários, designadamente os mais desfavorecidos e a população idosa. O serviço de acção social da câmara municipal, fará a identificação dos casos mais graves. Após a análise do pedido, será efectuado o respectivo serviço, por um técnico especializado da câmara municipal.

Vídeos