EDP com novos apoios a projetos sociais nas regiões das barragens

Lisboa, 02 de maio de 2011

A EDP lança hoje a 3ª edição do programa de apoio a instituições de solidariedade social das regiões abrangidas pelos novos investimentos hídricos. O EDP Solidária Barragens beneficiou até agora 13 instituições e mais de 15 mil pessoas.

A edição deste ano abrange os concelhos de Miranda do Douro, Alfândega da Fé, Torre de Moncorvo, Macedo de Cavaleiros, Mogadouro, Alijó, Murça, Mirandela, Vila Flor, Carrazeda de Ansiães, Amarante, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Ribeira de Pena, Mondim de Basto, Castelo Branco, Vila Velha de Ródão, Sever do Vouga, Oliveira de Frades, S.Pedro do Sul e Vale de Cambra.

Com esta nova edição, o investimento social da EDP através deste programa atingirá o meio milhão de euros. O objectivo da iniciativa é promover a melhoria da qualidade de vida dos mais desfavorecidos e em risco de exclusão social.

O EDP Solidária Barragens faz parte do conjunto de iniciativas de apoio ao desenvolvimento regional promovidas pelo Grupo de modo a garantir que as populações locais também partilham os benefícios gerados pela expansão da capacidade de produção hidroeléctrica.

A EDP tem em curso o maior plano de investimento hídrico da Europa, reforçando em 76% a capacidade de produção, graças à construção de novas barragens e reforço de algumas das já existentes. Além de garantir mais energia a partir de recursos renováveis e internos, o plano prevê a criação de cerca de 35 mil postos de trabalho, diretos e indiretos.

Alguns exemplos de projetos vencedores em 2010:

Laços Solidários

Amato Lusitano - Associação de Desenvolvimento

Apoia cerca de 7200 pessoa e emprega 15 funcionários. Criada em 2006, a Amato Lusitano - Associação em Desenvolvimento foi um dos nove projetos premiados na 2ª edição do programa EDP Solidária Barragens, em 2010. A verba concedida permitiu formar uma Escola de Alfabetização de Adultos, um Gabinete de Apoio Familiar, uma Oficina Comunitária e uma Loja de Comércio Justo.

Através dos 34 mil euros atribuídos esta associação auxilia a população do concelho de Castelo Branco que revela necessidades de inclusão social e integração sócio-profissional. A associação é dirigida por Arnaldo Brás.

Oportunidades

Centro Social de Nossa Senhora de Fátima

Acolhe mais de 350 crianças e jovens oriundos de todo o país. O Centro Social de Nossa Senhora de Fátima foi criado em 1989 e emprega mais de 60 funcionários. Na 2ª edição do programa EDP Solidária Barragens, em 2010, foi um dos nove contemplados. O dinheiro permitiu recuperar o parque infantil, criar e equipar uma sala de informática e instalar um videoprojetor no auditório do centro.

O investimento de 12 mil euros possibilita a estas crianças e jovens institucionalizadas o acesso às novas tecnologias e a melhores condições para se prepararem para a vida profissional. A instituição de Macedo de Cavaleiros é dirigida pela Irmã Amélia do Nascimento Morais.

Arlampar - Gourmet Solidário da Beira Interior

Associação EcoGerminar

A EcoGerminar é uma associação sem fins lucrativos que atua no âmbito da economia solidária. Foi criada em 2006, em Castelo Branco, e é constituída por 14 pessoas. Em 2010, foi um dos nove premiados na 2ª edição do programa EDP Solidária Barragens. O dinheiro serviu para a compra de uma carrinha de transporte, de material informático e de escritório e para a criação de dois postos de trabalho.

Foram 50 mil euros investidos também na criação de um selo de garantia social e ambiental, de divulgação, comercialização e valorização dos produtos regionais aplicado a um cabaz de produtos gourmet. A associação é encabeçada por Marco Domingues.

Uma casa uma família

Centro Social e Paroquial S. João Bosco

Serve diariamente cerca de 250 refeições e conta com 16 colaboradores. Com mais de duas décadas ao serviço da população, o Centro Social e Paroquial S. João Bosco foi um dos nove galardoados na 2ª edição do programa EDP Solidária Barragens, em 2010. O valor atribuído serviu para equipar totalmente um refeitório.

Os 9 mil euros outorgados permitiram criar um espaço adequado para que 250 crianças e jovens do concelho de Mirandela possam assim ter uma alimentação condigna. Este centro é administrado pelo Padre Manuel Mendes.

Mobilidade e Saúde

Centro Social e Paroquial de Cerejais

Presta serviços a mais de 100 idosos e emprega 24 funcionários, O Centro Social e Paroquial de Cerejais é já uma instituição com duas décadas de vida. Em 2009, foi um dos quatro premiados na 1ª edição do programa EDP Solidária Barragens. O dinheiro serviu para equipar uma unidade de fisioterapia e melhorar o apoio domiciliário com a compra de uma carrinha para transporte.

Foram 33 mil euros investidos em mais saúde, melhor alimentação, mais cuidados, mais respostas à crescente população idosa dos concelhos de Alfândega da Fé, Macedo de Cavaleiros e Mogadouro. O centro é dirigido pelo Padre Artur Parreira.

Imagens