Museu Natural da Eletricidade abre portas em Seia

Lisboa, 19 de abril de 2011

Um novo espaço museológico e a primeira "Aldeia LED" do país são dois dos exemplos resultantes da parceria constituída entre a EDP e o município de Seia

O Museu Natural da Eletricidade, localizado em Seia, junto ao Rio Alva, e resultante de uma parceria estabelecida entre a Câmara Municipal de Seia e a EDP, foi inaugurado no dia 11 de abril, na Semana Europeia da Energia Sustentável, que decorreu de 11 a 15 de abril.

O novo espaço museológico situa-se na antiga Central Hidroelétrica da Senhora do Desterro que começou a funcionar em 1909 e foi desativada em 1994, sendo uma das primeiras a serem criadas em Portugal, o que constituiu um marco relevante na história da eletricidade do país. Este equipamento cultural está inserido na Mata Senhora do Desterro - implantada nos limites do Parque Natural da Serra da Estrela -, uma área florestal de 142 hectares cedida pela EDP ao município de Seia durante os próximos 50 anos.

A criação do museu pretende "dar a conhecer o passado, o presente e o futuro da produção de eletricidade no Sistema Hidroelétrico da Serra da Estrela, divulgando o património tecnológico, natural, social e cultural que lhe está associado", afirmou o presidente do município de Seia, Carlos Filipe Camelo. O autarca senense salientou ainda o "contributo económico decisivo da EDP no desenvolvimento do concelho nos últimos 17 anos".

A transformação de uma estrutura produtiva em uma estrutura museológica espelha bem a intenção da companhia em "abrir as suas portas" às comunidades locais, realçou o diretor do Centro de Produção Hídrico Tejo-Mondego. Para Carlos Rosário, este espaço "vai ser de enorme importância na divulgação do que foi e será a produção hidroelétrica em Portugal e muito em particular na Cascata da Serra da Estrela".

Este novo museu, em Seia, vem juntar-se aos já existentes Museu do Pão e Museu do Brinquedo. Por isso mesmo, o diretor regional de Cultura do Centro, António Pedro Pita, destacou a "experiência importante, e que devemos acompanhar com cuidado, de diversificação da oferta museológica no concelho de Seia, em bases culturalmente interessantes".

O equipamento cultural nasce a partir da centenária Central da Senhora do Desterro, o primeiro aproveitamento hidroelétrico, dos quatro existentes no Rio Alva, a ser instalado pela Empresa Hidroelétrica da Serra da Estrela (EHESE), hoje EDP, que permitiu que a 26 de dezembro de 1909 a energia eléctrica chegasse a Seia pela primeira vez, fazendo com que Seia fosse das primeiras localidades do país a ser iluminada a luz eléctrica.

Predecessora daquilo que são hoje os serviços da EDP, a EHESE representou um marco no desenvolvimento da região. Para o autarca de Seia, "estes acontecimentos foram de grande relevo para o concelho e marcaram o início de uma era de parcerias que o município de Seia viria a estabelecer com a EDP, de que constituem exemplo o Contact Center da EDP, que emprega hoje mais de 300 pessoas, e a cedência da Mata e da Central Hidroelétrica da Senhora do Desterro, agora Museu Natural da Eletricidade".

Outras parcerias EDP e Município de Seia

Sendo uma porta aberta para a Serra da Estrela, Seia beneficia de um enquadramento geográfico único. Deste modo, a parceria estabelecida entre o município de Seia e a EDP, que inclui igualmente a cedência à autarquia de uma área florestal de 142 hectares que constituem a Mata do Desterro, vai permitir a criação do Parque Ecológico da Senhora do Desterro composto pela Casa do Clima e por um parque de recreio e lazer que será também um laboratório vivo de preservação da biodiversidade, como complemento ao trabalho desenvolvido pelo CISE - Centro de Interpretação da Serra da Estrela.

Por último, refira-se que no dia 15 de abril, integrado na Semana Europeia da Energia Sustentável, a autarquia senense e a EDP inauguraram a primeira "Aldeia LED" do país. Trata-se da aldeia de Cabeça que passa a dispor de iluminação exclusivamente com lâmpadas LED, que se caracterizam por usar pouca energia para produzir a mesma quantidade de luz que as lâmpadas incandescentes e fluorescentes.

Imagens