EDP e autarquias criam agência de desenvolvimento do Tua

Lisboa, 28 de março de 2011

Foi formalizada a constituição da Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua, em simultâneo com a assinatura do protocolo que dará origem a uma nova solução de mobilidade.

A EDP e as Câmaras de Alijó, Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Murça, Vila Flor formalizaram a constituição da Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua. O registo da sociedade, realizado a 28 de Março, aconteceu em simultâneo com a assinatura do protocolo que dará origem a uma nova solução de mobilidade, alternativa à atual linha ferroviária do Tua.

A EDP dá assim cumprimento a duas das obrigações impostas pela Declaração de Impacto Ambiental que aprovou a construção da barragem de Foz Tua.

A Agência tem por objectivo ? a valorização dos recursos endógenos e aproveitamento de oportunidades criadas pelo Aproveitamento Hidroeléctrico de Foz Tua, que promovam o desenvolvimento económico, social e cultural do Vale do Tua?. A EDP subscreve 49% do capital da Agência, ficando as Autarquias com o restante.

Entre os projetos a lançar pela Agência está a solução de transporte multimodal para fins turísticos. Esta alternativa aos 16 quilómetros de linha submersos pela barragem integra um sistema de funicular até ao coroamento e de barcos que farão a ligação ao troço de linha Brunheda-Mirandela. A EDP contribuirá com um montante de até 10 milhões para esta solução devendo o restante investimento ser financiado por fundos comunitários.

O protocolo foi subscrito por todos os acionistas da Agência e ainda pela REFER, CP e Instituto de Mobilidade e de Transportes Terrestres. Ficou também prevista a operacionalização de uma solução de transporte rodoviário que assegure as necessidades quotidianas das populações locais.