Alqueva e Venda Nova financiadas pelo BEI

Lisboa, 10 de fevereiro de 2011

A EDP é a empresa com o maior plano de investimento hídrico na Europa.

Para a prossecução deste ambicioso programa, o Grupo obteve um empréstimo de 300 milhões de euros por 15 anos, junto do Banco Europeu de Investimento (BEI), para financiar os dois reforços de potência das centrais hidroeléctricas de Alqueva e de Venda Nova, ambas equipadas com o sistema de bombagem.

Num contexto marcado pelo crescimento e expansão do parque hídrico em Portugal, estes reforços de potência vão permitir que no Alqueva haja um aumento da capacidade instalada de 240 MW para os 496 MW e que em Venda Nova se verifique uma passagem dos actuais 281 MW para os 1017 MW, tornando-se assim no Aproveitamento Hidroeléctrico com maior capacidade instalada (potência líquida máxima) no País.

BEI é o maior financiador individual da EDP
Este é o segundo empréstimo contratado pela companhia junto do BEI para projectos de reforço de potência hídrica, sendo que o primeiro, no valor de 145 milhões de euros, foi contratado, em 2009, para financiar o reforço de potência de Picote e Bemposta, obras que se prevê estarem concluídas no corrente ano.

Por último, importa realçar que o BEI é o maior financiador individual da EDP, tendo acompanhado as diferentes fases de crescimento da companhia com empréstimos a projectos de produção e distribuição de energia em Portugal, bem como noutras geografias em que o Grupo EDP está presente: Espanha, Brasil e Polónia.