EDP bate recorde de produção hidroeléctrica

Lisboa, 20 de janeiro de 2011

A EDP encerrou 2010 com níveis recorde de produção hidroeléctrica.

A totalidade dos aproveitamentos hidroeléctricos do Grupo em Portugal produziu mais electricidade do que em 2003, até agora o melhor ano de sempre. Os cerca de 15.000 GWh esperados ilustram a crescente aposta que a EDP tem vindo a fazer nesta fonte energética renovável e nacional.

Na última década entraram em funcionamento as centrais de Alqueva, Pedrógão e Frades.

Nos próximos anos, o potencial de produção aumentará ainda mais. A EDP tem em curso um plano de reforço de potência instalada com a construção de seis novos aproveitamentos hidroeléctricos e reforço de potência em seis centrais hídricas.

Investimentos superiores a 3.000 milhões de euros, que representarão um aumento de 76% na capacidade de produção hidroeléctrica do Grupo. Em 2020 estarão instalados 8.049 MW mais 3.500 MW do que a capacidade actual.

Produção duplica face a 2009
Os níveis de produção conseguidos em 2010 traduzem também o dobro da energia produzida nas centrais hidroeléctricas em 2009. Prevendo-se um consumo no País de cerca de 50.000 GWH no corrente ano a Produção Hídrica terá um contributo significativo com cerca de 30%.

O aumento significativo do índice de produtibilidade hidroeléctrica registado em 2010 (perto de 1,35 contra os 0,77 registados em 2009) significa que em termos hidrológicos foi um ano acima da média, o que obviamente teve reflexos nos valores de produção acima indicados.

Produção Líquida (GWh)

  2010 2009 2003
Valor % Valor % Valor %
Produção Líquida EDP 27 470   26 145   28 218  
Hídrica 15 494 56.4% 8 021 30.7% 14 550 51.6%
Térmica 10 224 37.2% 16 851 64.5% 13 539 48.0%
Eólica 1 752 6.4% 1 273 4.9% 128 0.5%