EDP promove ciclo de concertos com Orquestra do Norte

Lisboa, 19 de outubro de 2010

Iniciativa cultural leva música clássica às regiões das novas barragens

A Orquestra do Norte, com o apoio da EDP, vai dar início a um ciclo de concertos que levará alguns dos melhores intérpretes nacionais a Mogadouro, Vila Velha de Ródão, Amarante e Vila Real.

O primeiro espectáculo dos "Concertos EDP / ON - A Música da Energia" tem lugar a 23 de Outubro, em Mogadouro, terminando a 12 de Dezembro, na Igreja de São Gonçalo, em Amarante. Serão apresentadas obras dos compositores Miguel Faria, Mozart, Dvorák, Rimsky-Korsakov, Joseph Haydn, Jean Sibelius, Camille Saint-Saens. Os concertos são gratuitos e abertos a toda a população.

Esta é mais uma das iniciativas culturais, educativas e sociais que a EDP, através da Fundação EDP, tem vindo a apoiar e promover nas regiões de implantação de novas barragens. Projectos conjuntos com instituições regionais que promovam o desenvolvimento e a redução das assimetrias.

O Grupo tem em curso um plano de investimentos em energia hídrica, prevendo a construção de cinco novas barragens (Baixo Sabor, Ribeiradio, Foz Tua, Fridão e Alvito) e reforço de seis já existentes (Picote, Bemposta, Alqueva, Venda Nova, Salamonde, Paradela).

Sobre Fundação EDP:
A Fundação EDP, criada no final de 2004, veio consolidar o compromisso do Grupo com o imperativo de cidadania que tem assumido ao longo da sua existência, demonstrando uma preocupação de responsabilidade social, de modernidade e de apoio a causas relevantes. Um dos seus principais objectivos é promover o acesso à cultura em geral e às artes em particular.

Sobre a Orquestra do Norte:
A Orquestra do Norte (ON) surge em 1992 como a primeira orquestra regional Portuguesa. Durante 18 anos de actividade, realizou mais de 2500 concertos - em Portugal e no estrangeiro - com uma assistência média anual de 50.000 pessoas. Instrumento fundamental para o desenvolvimento do gosto pela música erudita em Portugal, a ON foi chamada a colaborar com nomes como Carreras, Domingo, Pavarotti, Cossoto e Penderecki. O maestro titular e director musical é, desde a sua fundação, José Ferreira Lobo.

Saiba mais aqui sobre a programação

Imagens