DISCLAIMER: Ao continuar a navegar nesta página web, o utilizador está a concordar expressamente com a colocação de cookies no seu computador que permitem medir estatísticas de visitas e melhorar a qualidade dos conteúdos oferecidos.

Presidente da República visita Barragem da Aguieira

Lisboa, 13 de dezembro de 2017

Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se até à Aguieira para ver de perto os efeitos da seca severa que se faz sentir em Portugal.

Por volta das 16h30 de dia 31 de outubro, os colaboradores da barragem da Aguieira receberam a visita do Presidente da República, enquanto realizavam trabalhos de reparação no coroamento da infraestrutura.

Marcelo Rebelo de Sousa e os técnicos da EDP presentes tiveram oportunidade de trocar impressões sobre a situação da barragem, nomeadamente sobre o seu nível de água, que é o mais baixo em 20 anos.

Em entrevista à RTP, o Presidente da Republica declarou estar "muito preocupado com questão da seca. O Governo, e bem, já anunciou um conjunto de medidas, mas não há nada como ir ver.” O mesmo afirmou ainda ter passado pelo local há cerca de duas semanas, e que pôde regressar e "ver que é preocupante o nível da água, e isso aplica-se a várias barragens”.

Esta visita espontânea, que não constava na agenda oficial do Presidente da República, acontece numa altura em que mais de 80% do território de Portugal continental está em seca severa depois do verão quente e árido que se fez sentir este ano.

Segundo uma nota publicada posteriormente à visita, no site oficial da Presidência da República, "o Chefe de Estado esteve esta tarde na barragem da Aguieira, inteirando-se da preocupante situação das reservas de água".