Investimento social da EDP associado a novas centrais hidroelétricas ultrapassa 1M€

Lisboa, 20 de outubro de 2014

6ª edição do EDP Solidária Barragens arranca hoje. Programa apoia projetos sociais nas regiões abrangidas pelas novas barragens e reforços de potência

A 6ª edição do programa EDP Solidária Barragens tem hoje início, com o prazo para entrega de candidaturas a decorrer até 7 de Novembro. A iniciativa, promovida desde 2009, destina-se apoiar projectos que melhorem as condições de vida dos mais desfavorecidos, contribuindo assim para aumentar a coesão social das regiões abrangidas pelas novas centrais hidroeléctricas.

Com esta 6ª edição, o investimento acumulado da EDP ultrapassará um milhão de euros. Este ano, as entidades candidatas, que manifestaram interesse, terão ainda à disposição um outro apoio, protagonizado por estudantes da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD) e Instituto Politécnico de Bragança. As competências da Academia vão ajudar as instituições sociais na formatação das candidaturas, aumentando as condições de acesso ao financiamento, bem como de eficácia do projecto.

Esta ponte entre universidades e sociedade civil, promovida pela Fundação EDP, pretende ainda intensificar a cultura de trabalho em rede, aproximando agentes de desenvolvimento local.

Podem candidatar-se todas as entidades nacionais que apresentem projetos de cariz social sem fins lucrativos.
Estão abrangidos os municípios envolventes à construção e reforços de potência dos aproveitamentos hidroelétricos EDP: Alfândega da Fé, Alijó, Carrazeda de Ansiães, Macedo de Cavaleiros, Mirandela, Mogadouro, Murça, Torre de Moncorvo, Vila Flor, Amarante, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Ribeira de Pena, Mondim de Basto, Sever do Vouga, Oliveira de Frades, São Pedro do Sul, Vale de Cambra e Vieira do Minho.
O Programa EDP Solidária Barragens faz parte do conjunto de iniciativas de apoio ao desenvolvimento regional promovidas pelo Grupo EDP de modo a garantir que as comunidades locais partilham dos benefícios gerados pela expansão da capacidade de produção hidroelétrica.

Desde 2009, o Programa EDP Solidária Barragens já apoiou 41 projectos em 15 municípios, beneficiando mais de 7 mil pessoas.