Transladação da abóbada da capela de S. Antão da Barca

Lisboa, 16 de outubro de 2013

No passado dia 10 de outubro, teve lugar uma actividade muito delicada integrada numa das medidas de minimização mais emblemáticas das obras do Baixo Sabor – a Transladação do Santuário de Santo Antão da Barca.

Com efeito foi realizada nesse dia a operação de trasladação da abóbada da capela antiga para a “nova” construção. Esta intervenção, acompanhada pela Direção Regional da Cultura do Norte e membros da confraria de Santo Antão da Barca, consistiu na remoção e colocação no novo local da estrutura integral da abóbada com o peso de 13,5 toneladas. Para além de vários equipamentos e técnicas algo sofisticadas foi utilizado um “transporte especial” que demorou 90 minutos a percorrer os cerca de 2 kms que separam o antigo local da nova zona de implantação. A operação culminou com a colocação da abóbada sobre as paredes já construídas da capela-mor. A necessidade da realização deste conjunto de tarefas resultou do facto de no decurso dos trabalhos ter sido detectada a existência no tecto da capela de pinturas barrocas do século XVIII cuja preservação foi considerada importante.

Imagens