EDP recupera monumentos em Trás-os-Montes

Lisboa, 23 de maio de 2013

Investimento de 1,6 milhões protocolados com Direcção Regional da Cultura do Norte e Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua

Lisboa ...maio 2013 - A EDP vai financiar a valorização de património cultural localizado em Alijó, Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Murça e Vila Flor, municípios abrangidos pelo Aproveitamento Hidroeléctrico de Foz Tua. O plano, no valor de 1,58 milhões de euros, será formalizado com a assinatura de um protocolo entre a Direcção Regional da Cultura do Norte, a EDP – Gestão da Produção de Energia S.A. e a Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua – Associação ADRVT. A assinatura terá lugar no próximo dia 24 de Maio, pelas 15h30, no Centro Cultural de Mirandela

A Direcção Regional do Norte é a entidade responsável pela coordenação e implementação do projecto de valorização do património, que inclui um conjunto de monumentos previamente identificados entre esta entidade e os municípios envolvidos, estando previsto, nomeadamente, a requalificação do Santuário do Senhor de Perafita, a ponte e via medieval de São Mamede de Ribatua, ambos localizados em Alijó, a Capela da Misericórdia de Murça, Cabeço da Mina no concelho de Vila flor, o Castelo de Ansiães e a Igreja da Lavandeira, ambos no concelho de Carrazeda de Ansiães e outros acordar no município de Mirandela.

A Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua enquanto entidade promotora do desenvolvimento regional do Vale do Tua, colaborará com a DRCN nas diferentes fases do projecto, por forma a potenciar a oferta patrimonial da região.

Os trabalhos terão início no corrente ano, estando prevista a sua conclusão em 2015.

Imagens