DISCLAIMER: Ao continuar a navegar nesta página web, o utilizador está a concordar expressamente com a colocação de cookies no seu computador que permitem medir estatísticas de visitas e melhorar a qualidade dos conteúdos oferecidos.

Cinco traçados em estudo para linha de alta tensão de Foz Tua

Lisboa, 29 de março de 2013

Estudo de Impacte Ambiental deverá estar concluído em Junho

A EDP vai estudar cinco alternativas para a instalação da linha de alta tensão que ligará a central de Foz Tua à rede elétrica. Os traçados serão alvo de Estudo de Impacte Ambiental, cujas conclusões permitirão aferir qual a melhor solução técnica e ambiental, compatibilizando o transporte da energia com a preservação da paisagem protegida do Douro Vinhateiro.

A decisão sobre os cinco traçados a estudar foi divulgada esta semana, a 26 de Março pela Comissão de Avaliação constituída no âmbito da Agência Portuguesa do Ambiente. Esta entidade analisou a Proposta de Definição de Âmbito (PDA), tendo emitido um parecer favorável, recomendado o estudo de cinco das nove alternativa aí identificadas. Destas, três coincidem com os traçados considerados mais viáveis pela análise prévia feita pela EDP.

A EDP propõe-se dar cumprimento ao proposto na PDA, bem como aos aspetos, comentários e considerações mencionados.

De acordo com o planeamento geral deste processo de licenciamento, o EIA será apresentado pela EDP às Autoridades durante o próximo mês de Junho e a Declaração de Impacte Ambiental (DIA) da linha elétrica deverá ocorrer em Novembro de 2013.

Sobre o processo de Avaliação de Impacte Ambiental:

A EDP Produção apresentou à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), em Novembro de 2012, uma Proposta de Definição de Âmbito (PDA), que constitui uma fase preliminar do procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental (AIA). A PDA pretende identificar, analisar e selecionar as vertentes ambientais significativas que podem ser afetadas pelo Projeto e sobre as quais a avaliação subsequente deverá incidir, permitindo o planeamento e a definição dos termos de referência do respetivo Estudo de Impacte Ambiental (EIA), ainda a realizar.

Neste documento, a EDP procedeu à identificação e caracterização de 9 alternativas de traçado da futura linha elétrica, à tensão de 400 kV. Em sede de procedimento de AIA, deverá ser agora eleita a solução mais adequada e as condições de construção da ligação da futura central hidroelétrica de Foz Tua à Rede Nacional de Transporte (RNT).

Imagens