EDP Solidária Barragens financia nove projetos sociais

Lisboa, 19 de novembro de 2012

Em Sever do Vouga vai nascer uma escola de canoagem adaptada para pessoas com mobilidade reduzida. Em Fridão e Alfândega da Fé avança-se com hortas biológicas para a comunidade e abastecimento de escolas. Há ainda um novo banco de equipamentos para situações de dependência, uma cantina social renovada, uma bolsa de cuidadores, uma instituição de apoio a portadores de deficiência que pode agora alargar a atividade a um concelho vizinho. São apenas alguns exemplos dos muitos projetos promovidos por instituições de solidariedade das regiões abrangidas pelas novas centrais hidroelétricas da EDP.

O Grupo e um júri constituído por representantes de instituições locais selecionaram nove das 79 candidaturas apresentadas à 4ª edição do programa EDP Solidária Barragens. O financiamento assim conseguido vai melhorar a vida de mais de 150 mil pessoas, muitos das quais idosas, portadores de deficiência ou desempregados, além de jovens e crianças.

Os projetos vencedores foram hoje apresentados, no Porto. Juntam-se assim às mais de duas dezenas financiadas desde 2009, ano de lançamento do programa de promoção da inclusão social. O EDP Solidária Barragens faz parte do conjunto de iniciativas desenvolvidas pela EDP para incentivar o desenvolvimento económico, social e cultural nas regiões das barragens.

Projetos:

  • Viking Kayak Clube : Um rio para todos - projeto de inclusão social pelo desporto, através da prática de canoagem adaptada de 50 pessoas portadoras de deficiência do concelho de Sever do Vouga. O apoio permitirá a aquisição de kayakes e equipamentos de segurança.
  • Associação Prevenir : "EU PASSO..." - projeto de promoção de hábitos de vida saudáveis em 170 jovens dos 11-15 anos do concelho de Mirandela. É inovador pela modalidade de "intervenção mista" tendo como grupo estratégico, os professores.
  • Agrupamento de Escolas de Murça: Querer Crescer" - Centro de Atividades, Atendimento e Animação para Pessoas com Deficiência (CAAAPD) - A LEQUE em Murça, replicar Centro, criando no agrupamento de escolas, uma estrutura de apoio efetivo para cerca de 600 crianças e jovens com necessidades especiais (NE).
  • Santa Casa da Misericórdia de S. Bento de Arnóia: AFINIDADES - Programa de Intercâmbio entre Idosos e Desempregados, aquisição de equipamentos informáticos e material didático. Projeto de mediação entre desempregados (requalificação profissional, Cuidados de Geriatria) e os idosos (isolados e com necessidades de apoio). Prevê-se impactar 90 pessoas do concelho de Celorico de Basto.
  • Santa Casa da Misericórdia de Macedo de Cavaleiros: Bem Cozinha, aquisição de equipamentos para ampliação da cantina. Este projeto pretende atingir 237 beneficiários (desfavorecidos/Terceira idade) no concelho de Macedo de Cavaleiros.
  • Centro Social da Paróquia de Vieira do Minho: Leva-me ao Colo, aquisição de equipamentos para criação de um banco de ajudas técnicas que beneficiará 50 pessoas com limitações físicas do concelho de Vieira do Minho.
  • Associação Amigos do Rio Ovelha: Viver o Ovelha, do Marão ao Tâmega, construção de um caminho pedestre entre as praias fluviais Pontinha e Gondar, nas margens do rio Ovelha (Amarante e Marco de Canaveses) e recuperação de um moinho criando um Centro de Interpretação Ambiental e um viveiro florestal para servir a população escolar e contribuir com o repovoamento silvícola, para o desenvolvimento económico da região e atrair turismo, beneficiando cerca de 1500 pessoas.
  • Município de Alfândega da Fé: Hortas biológicas ? Alfândega da Fé, melhorar as infra-estrutura e criação de novos locais para implantação de hortas no concelho de Alfândega da Fé. Pretende atingir 150 beneficiários (famílias).
  • Junta de Freguesia de Fridão: Horta da Quinta das Fontainhas, criação de uma horta de subsistência para a população e para consumo da cantina da Escola EB de Fridão. A horta potenciará o conhecimento e experiência de pessoas mais velhas, ocupará terrenos desocupados e contribuirá para o equilíbrio financeiro das famílias, cerca de 200 pessoas.

Imagens