Prémio EDP Empreendedor Sustentável cria 38 novas empresas no Sabor

Lisboa, 30 de julho de 2012

Projetos preveem vir a criar 78 postos de trabalho e investir três milhões de euros.

A 2ª edição do Prémio EDP Empreendedor Sustentável salda-se pela criação de 38 novas empresas nos cinco concelhos abrangidos pela barragem do Sabor. Liderados por 42 empreendedores, estes pequenos negócios apostam na valorização dos recursos locais, sobretudo agrícolas e turísticos, prevendo criar 78 postos de trabalho e investir quase três milhões de euros.

Dos participantes na edição 2012, 11 destacaram-se como os melhores, tendo recebido um prémio monetário, entregue numa cerimónia em Picote, Miranda do Douro. (ver lista abaixo)

O apoio financeiro é o culminar de um conjunto de serviços de consultoria que são prestados aos empreendedores desde o momento da inscrição no programa até à constituição da empresa.

Ao promover esta iniciativa, a EDP procura dar condições para capacitar e valorizar os recursos humanos e naturais da região, de modo a promover a criação de emprego e alavancar desenvolvimento sustentável nos territórios abrangidos pelos novos projetos hídricos. Este ano, o programa estreou-se nos concelhos abrangidos pela barragem do Tua, estando atualmente em curso a fase de discussão dos projetos.

Iniciado em 2010, no Sabor, o Prémio EDP Empreendedor Sustentável beneficiou já um total 170 potenciais empreendedores, dos 243 inscritos, contando com o lançamento de mais de 60 novos projetos empresariais locais.

Criação de empresas sobe 80% face à média do território

Nesta 2ª edição (Setembro/2011 a Agosto/2012) inscreveram-se 135 potenciais empreendedores, um acréscimo de 25% relativamente à edição anterior. Destes, 100 foram apoiados em fase de ideia, tendo 77 empreendedores usufruído de formação de capacitação empresarial . 42 estão já a lançar os seus novos negócios.

As 38 start-ups da 2ª edição significam a criação direta de 78 postos de trabalho (média de 2,1 por empresa), investimento privado superior a 2,9 milhões de euros e acréscimo de volume de negócios na região superior a 4,2 milhões de euros.

São empreendedores jovens em idade ativa, com qualificação elevada (mais de 60% tem licenciatura ou mestrado), 45% estavam desempregados e 22% vem de outros concelhos e regiões sobretudo do litoral para investirem na fileira agrícola ( agricultura, agro-indústria, indústria alimentar e comercialização), no turismo e num conjunto de serviços especializados (atividades de suporte às atividades nucleares das fileiras produtivas).

A significância do número de empresas criadas, em especial nesta conjuntura económica, revela-se pelo indicador de acréscimo de capacidade empreendedora/ ano de 80% para a totalidade do território (acréscimo médio por concelho de 150%).

O Programa EDP Empreendedor Sustentável é uma intervenção integrada de promoção e apoio ao empreendedorismo local e simultaneamente um programa de preparação do/a empreendedor/a e do seu negócio conciliado com a atribuição de prémios e galardões de forma a reconhecer o trabalho e dar visibilidade ao papel do empreendedor no desenvolvimento local.

É implementada em parceria entre a EDP, os municípios de Alfândega da Fé, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mogadouro, Torre de Moncorvo e a EEIG GLOCAL/SPA Consultoria aproveitando a experiência e melhores práticas desenvolvidas na região. A experiência deste programa demostra o potencial empreendedor da região e as oportunidades que se podem gerar em redor de um investimento como a construção de uma barragem.

Nesta edição estiveram envolvidas cerca de 900 pessoas diretamente (incluindo técnicos do projeto e dos parceiros, responsáveis e técnicos constituintes das bancas internas, empreendedores e potenciais empreendedores, beneficiários/participantes e intervenientes nas Jornadas Municipais de Empreendedorismo e Dinamismo Empresarial SABOR 2011) o que corresponde, a grosso modo, a 3% da população ativa do território.

Na 1ª edição (2010/2011) do Prémio EDP Empreendedor Sustentável, a agricultura e produção animal tal como a agro-indústria, lideraram as tendências de investimento. O turismo e restauração foram o 2º sector identificado como oportunidade de negócio sustentável. Assistiu-se a uma nova valorização da agricultura e produtos endógenos, seja pela via da transformação (fumeiro, amêndoa, etc) seja pelo comércio em lojas típicas e em mercados extra-locais, seja ainda pela via do turismo.

As novas tendências do empreendedorismo nesta região transmontana deram o mote na 2ª edição (2011/2012) para a exploração de ideias e oportunidades de negócio em redor das fileiras estratégicas e pólos de desenvolvimento para o território do SABOR: agricultura e desenvolvimento sustentável, criatividade e turismo, floresta e agroalimentar, recursos naturais e sustentabilidade ambiental, agro-indústria e conhecimento. Assistiu-se ainda à emergência de um cluster de elevada atratividade - as indústrias criativas no planalto mirandês - e um conjunto de serviços de suporte às empresas, especializado e altamente qualificado, que aproveita o conhecimento produzido na região e a qualidade de vida disponível nestes concelhos.

Vencedores Prémio EDP Empreendedor Sustentável 2012

  • Resiserv - Recolha, triagem e reciclagem (britagem) de resíduos de construção e demolição
  • AgriAlves - Produção e transformação(desidratação e congelação) de cogumelos selvagens em estufa e inoculação em florestas, complemento da produção com ervas aromáticas e medicinais
  • Casas do Bairinho -  Casas de Aldeia recuperadas para fins turisticos - alojamento (Sambade)
  • Quinta da Serrinha - Ecoturismo - Turismo Natureza - Yurts (quartos panoramicos) em Cerejais
  • A Companhia das Ervas - Touchflowers, Lda - Cultura, preparação e comercialização de Ervas Aromáticas e Medicinais em Modo Biológico e prestação de serviços técnicos
  • Helinorde - Produção, reprodução e transformação de caracois (helicicultura)
  • Cachicos - Pedacinhos de Frutas de Terras de Miranda do Douro - Desidratação de frutas e legumes para snacks para o mercado espanhol e nacional através de vending machines
  • Nordeste Vivo - Serviços de animação turística
  • Cardal - Bio Turismo - Turismo (Alojamento e Actividades), incorporando a prestação de serviços (limpeza e jardinagem)
  • Manjares do Sabor - Confeção de refeições tipicas transmontanas congeladas/ultra refrigeradas
  • Quinta do Gandarem - Turismo no Espaço Rural sob a temática de Oleoturismo

Vídeos

Imagens