Escolas descobrem história do vale do Sabor no terreno

Lisboa, 28 de maio de 2012

Para dezenas de jovens de Alfândega da Fé, Macedo de Cavaleiros, Mogadouro e Torre de Moncorvo a história ganhou uma nova dimensão ao visitarem as escavações arqueológicas de Cilhades.

A poucos quilómetros das suas casas, junto ao leito do rio Sabor, há uma construção fortificada que data do século V a.c. Ao lado, uma necrópole da Idade Média. Numa outra frente de trabalhos, vestígios de um possível povoado romano.

Na visita que fizeram à área da futura barragem do Sabor, em Maio último, os alunos das escolas dos quatro concelhos abrangidos pelo projeto, puderam recuar vários séculos e observar os vestígios da ocupação humana do vale do Sabor.

A visita foi precedida por uma aula teórica, em sala, de modo a contextualizar os trabalhos arqueológicos em curso. No âmbito do mapeamento de todo o vale, foram detetadas três zonas de maior interesse e que marcam a continuidade da ocupação humana naquele território na época antiga (entre o século V antes de Cristo e a Idade Média, ou seja, o seculo XII-XIV da nossa Era).

  • Castelinho, um recinto da Idade do Ferro
  • Sítio de Cemitério dos Mouros ( um possível povoado romano ainda em fase de diagnostico através da escavação)
  • Necrópole Medieval.

Estes estudos reconstituirão a dinâmica do povoamento dessa mesma área desde a Idade Média à atualidade. Além da componente arqueológica, há igualmente investigação etnográfica e antropológica.

Ao convidar os jovens da região a observar de perto esta investigação de dimensão pouco habitual, a EDP quis partilhar conhecimento e fomentar uma maior valorização do património local. ?Conhecer é também caminhar, olhar e entender com os sentidos?, é a lógica subjacente a esta iniciativa denominada ?Aprender Arqueologia?.

Cilhades mostra o modo como Homem e a Natureza foram transformando esse território ao longo do tempo, deixando vestígios valiosos da arquitetura, da arte, do modo de vida e até das crenças das gentes do vale do Sabor.

Clique aqui para mais informação sobre Plano de Salvaguarda do Património.

Imagens