Novas Barragens

A aposta da EDP na construção de novas barragens é fundamental para diminuir as dependências de Portugal em matéria energética e garantir a autonomia. Está em causa elevar o aproveitamento hidrológico para 70% das capacidades do País e aumentar a capacidade hídrica em 57% no mercado ibérico.

A integração destes projectos com as localidades onde ocorrem cria focos sinergéticos da maior importância:

  • Para o desenvolvimento rural, elaboram-se programas com parceiros locais que geram condições de empregabilidade, fomenta-se a sustentabilidade dos negócios para além da fase de Aproveitamentos Hidroeléctricos, estabiliza-se um quadro de prioridade à contratação de mão-de-obra local através de empreiteiros.
  • Na aproximação as comunidades, criam-se redes de contactos, desenvolvem-se aproximações a entidades e organizações regionais para mapeamento de potenciais contactos.
  • No âmbito de actuação da Fundação EDP, promovem-se iniciativas inovadoras nas áreas de Empreendedorismo, Cultura, Ciência & Educação e Solidariedade, juntamente com acções concretas, e realizadas localmente, que permitem estimular a região para além do impacto directo do investimento nos projectos hídricos.

Em suma, o diálogo directo com as populações, a par do poder local, permite soluções e compensações criativas, económicas e de maior valia para os interessados directos. Toda esta dimensão está indissoluvelmente unida à relevância dos investimentos nas novas barragens.

 

Novas Barragens

Início de construção

Entrada em serviço

Potência a instalar

Informação técnica Localização Antevisão Fotos e vídeos Iniciativas Perguntas frequentes Contactos Desempenho ambiental Sistemas de gestão Prevenção e segurança Aquisição de Terrenos
Baixo Sabor

concluído

2008

2016

189 MW

Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Indisponível Indisponível Indisponível
Ribeiradio Ermida

concluído

2010

2015

82,3 MW

Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Indisponível Disponível Disponível Indisponível Indisponível Indisponível
Foz Tua

em construção

2011

2017

252 MW

Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Disponível Indisponível Indisponível Indisponível
Fridão

em licenciamento

-

-

238 MW

Disponível Disponível Indisponível Indisponível Indisponível Indisponível Indisponível Indisponível Indisponível Indisponível Indisponível