Barragem de Fridão

O aproveitamento hidroelétrico de Fridão, previsto para o rio Tâmega, afluente da margem direita do rio Douro, localizar-se-á a montante do aproveitamento do Torrão. Será constituído por uma barragem principal, a montante, e por uma barragem não equipada, a jusante, junto à confluência com o rio Olo, destinada apenas à regularização de caudais. A área de influência das suas albufeiras compreenderá os concelhos de Mondim de Basto, Celorico de Basto, Cabeceiras de Basto, Ribeira de Pena e Amarante.

A reavaliação do Programa Nacional de Barragens, levada a cabo pelo XXI Governo Constitucional, concluiu ser necessário adiar, até final de 2019, a decisão de construção do aproveitamento hidroelétrico de Fridão, face às circunstâncias futuras, e de acordo com o cumprimento dos compromissos assumidos no Plano Nacional de Ação para a Eficiência Energética e do Plano Nacional de Ação de Energias Renováveis.

Informação TécnicaLocalização