Ribeiradio - Ermida

Desempenho ambiental

Desempenho ambiental

aproveitamento hidroeléctrico
do Ribeiradio - Ermida

 

Declaração de
Impacte Ambiental

Programas de Monitorização

Programa de Monitorização dos Recursos Hídricos

Este Plano tem por objectivo avaliar os impactes efetivamente associados ao empreendimento, durante as fases de construção, enchimento e exploração, assim como a eficácia das respectivas medidas de minimização. Será verificada a qualidade da água de acordo com parâmetros físico-químicos, biológicos e hidromorfológicos e estabelecido um registo histórico da qualidade ecológica das águas superficiais da zona em estudo, antes e durante a implantação do empreendimento. Caso necessário, este plano servirá de apoio a propostas de medidas adicionais a implementar, bem como à definição de regras de gestão da água no novo sistema. Em curso desde 2010, este plano tem uma periodicidade de amostragem trimestral e os primeiros resultados indicam uma boa qualidade da água, assim como a existência de uma população autóctone em bom estado na área de implementação do futuro empreendimento.

Programa de Monitorização da Ictiofauna

Este programa tem como principal objectivo avaliar o efeito barreira do Aproveitamento Hidroeléctrico no rio Vouga, nas diferentes espécies de peixes presentes. Com o início das campanhas de amostragem em Agosto de 2010, efectuadas com uma periodicidade semestral, foram detectadas populações de Enguia-Europeia em toda a área do futuro Aproveitamento Hidroeléctrico Ribeiradio-Ermida.

Programa de Monitorização do Ruído

Este plano de monitorização tem como objetivo avaliar o cumprimento da Lei Geral do Ruído, durante a fase de construção, dar resposta a eventuais pedidos de reclamação durante a obra e propor medidas eficazes na resolução dos problemas encontrados. Iniciado em 2010, este plano acompanha toda a fase de construção com uma periodicidade trimestral. Até ao momento, todos os pontos amostrados ao longo das campanhas cumprem os Valores Limite de Exposição.

Programa de Monitorização da Socioeconomia

Com este plano, pretende-se avaliar as implicações do novo aproveitamento na estrutura social e económica local, incluindo as respectivas implicações territoriais, nas fases de construção e de exploração do aproveitamento. O plano acompanha o processo de expropriação dos terrenos necessários à obra, pretendendo-se a sua conclusão, dois anos após a entrada em exploração. Com uma periodicidade anual, a monitorização das expropriações iniciou-se em 2011.